23/08/2021

Cerveja Artesanal: Produção de lúpulo salta 110% no Brasil

Movido pela retomada no crescimento das artesanais, a produção de lúpulo teve um aumento drástico este ano no Brasil, é o que mostra um levantamento da Associação Brasileira de Lúpulo (Aprolúpulo).

Hoje, 109 produtores cultivam 42 hectares de lúpulo no país, o que representa um crescimento de 110% em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2020 o Brasil produziu 24 toneladas da principal matéria-prima da cerveja.

Os maiores produtores são os Catarinenses, com 12,105 hectares ao todo. O estado tem 27% de todos os produtores do país, seguido do Rio Grande do Sul com 22% e de São Paulo com 18%. 

Especialistas acreditam que o crescimento na produção deve baratear o custo das cervejas no futuro, além de garantir um produto mais fresco.

Mesmo com o forte crescimento da produção, a demanda interna continua sendo superior. Em 2020 o Brasil importou 3,2 mil toneladas de lúpulo, cerca de US$ 57 milhões, segundo dados do Governo Federal. Além do alto consumo, o Brasil é o 3º maior produtor de cerveja do mundo, atrás apenas de China e Estados Unidos. O setor representa cerca de 1,6% do PIB do país e gera quase três milhões de postos de trabalho, com faturamento de R$100 bilhões ao ano.

O crescimento da demanda por cervejas artesanais nos últimos anos está consolidando um maior uso do lúpulo na fabricação até mesmo das cervejas populares, que estão optando por substituir aos poucos o seu produto clássico, por um de sabor mais marcante, como é o caso da Brahma com a duplo malte e das cervejas Puro Malte no geral.